Câncer de mama aos 27 anos.

Quarta-Feira, 16 de Abril de 2014, 13h:46 | Atualizado:

Tive Câncer de mama aos 27 anos. Fiquei assustada porque tinha uma filha de 7 anos. chorei algumas vezes. Mas limpei as lágrimas e parti pra luta. Fiz uma quadrantectomia no Hospital do câncer em Barretos e o acompanhamento pós cirurgia foi na Oncovida, em Brasília. Fiz 6 sessões de quimioterapia e 36 de radioterapia. Após a 1ª quimio, o meu cabelo caiu todo... Gostei de ficar careca, não achei feio e logo o cabelo cresceu igual ao que eu tinha antes. Desde então, faço acompanhamento semestralmente. Ainda não fiz a reconstrução da minha mama e ano passado estava fazendo os exames pré-operatórios, quando durante uma ecografia de abdome total, descobri que estava grávida. Foi um susto e uma grande alegria, porque a minha filha já ia fazer 16 anos.

Hoje sou muito feliz! venci a doença e fui presenteada por Deus com dois filhos amados (Amanda e Davi Lucas). O que eu tenho a dizer para todas as mulheres que estão recebendo o diagnóstico de câncer de mama é: O susto e o choro são normais, mas eles devem ser passageiros e dar lugar a força para enfrentar a doença; Aceite o apoio da família dos amigos, não tenha vergonha de compartilhar as suas ansiedades, o medo, o dia a dia do seu tratamento e a sua esperança; Procure um médico em quem você confie. ele será o seu companheiro e com o tempo será seu novo amigo; Acredite que em tudo na vida podemos tirar um lado positivo (você receberá a visita e a solidariedade de amigos que não via há tempos e passará a dar mais valor em coisas que antes você nem dava atenção e dar menos valor às coisas que não têm tanta importância; E saiba: o Tratamento tem começo, meio e fim! o começo é quando recebemos o diagnóstico: ficamos com medo choramos... o meio é quando temos que manter o pensamento positivo, acreditar que somos mais fortes que a doença e que vamos vencer, procurar bons médicos, arregaçar as mangas e partir para o combate; o fim é quando ficamos curadas, quando tudo passa a ser uma lembrança. Ai é que descobrimos uma força que não conhecíamos em nós mesmas.

Acreditem em Deus! Sucesso!! Beijos Cássia Alves

ENVIE ESTA MATÉRIA

Comentários

Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTE ESTA MATÉRIA