ON THE ROAD

MTmamma leva orientação e conscientização sobre o câncer de mama

Quarta-Feira, 13 de Julho de 2016, 21h:28 | Atualizado:

2 (1).jpg

Colocar o pé na estrada e sair do conforto de casa para levar orientar e conscientizar homens e mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, em pleno final de semana, também faz parte da rotina da MTmamma amigos do peito, a Associação de Apoio a Pessoas em Tratamento e Pós-Tratamento do Câncer de Mama de Mato Grosso. A última programação neste sentido foi realizada em dois municípios da região metropolitana de Cuiabá: Jangada e Nossa Senhora do Livramento, a x km da capital.

A equipe de palestras da MTmamma, foi na zona rural de Nossa Senhora do Livramento levar informação à mulheres e homens trabalhadores do campo no eventoorganizado pela Comissão Pastoral da Terra, regional Mato Grosso para discutir qualidade de vida e ameaças à saúde do homem diante douso abusivo dos agrotóxicos e os impactos sócio ambientais no Cerrado.

Na palestra a assistida e voluntária, Adriana Catelli, falou da atuação da MTmama amigos do peito nos último sete anos. Elaabordou prováveis causas, sintomas e fatores de risco da neoplasia e alertou homens e mulheres para o fato de que o câncer de mama é na atualidade uma enfermidade que pode ter mais de 90% de probabilidades de cura, desde que seja descoberta na sua fase inicial. "A saúde das mamas tem que ser uma preocupação constante de homens e mulheres" ressaltou Adriana diante devários homens que participavam da palestra, inclusive de idade mais avançada, que não sabiam que o sexo masculino também pode ser acometido pelo câncer de mama. " Os homens devem cuidar da saúde das mamas com o mesmo empenho das mulheres", alertou.

As assistidas e voluntárias, Augusta Leal Amorim e Marileide Mari deram o depoimento emocionante sobre a descoberta, tratamento e o processo de superação da doença. Elas destacaram também o apoio da associação, neste período, em que a terapia e grupo, as atividades fisicas, recreativas e e oficinas de artesanato contribuem para o bem estar e qualidade de vdia delas.A ação educativa para a MTmamma é o caminho para se diminuir os índices de câncer de mama não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. “A informação é a melhor forma de vencer a doença”, garante a equipe de palestras da associação.

JANGADA - Em meados do mês de junho, a MTmamma esteve na zona rural do município de Jangada/MT também a convite da Comissão Pastoral da Terra, CPT, regional Mato Grosso, para falar sobre o o câncer de mama à mulheres das comunidades rurais da região.O evento ocorreu numa escola municipal e contou com a participação de mais de 100 mulheres.Na oportunidade a coordenadora de palestras da MTmamma, Cleuza Dias, explicou o que é a neoplasia e a incidência da doença tanto em mulheres quanto em homens.

4.jpg

Cleuza salientou que apesar de ser uma enfermidade que tem causado a morte de muitas mulheres não apenas no Brasil, mas no mundo todo, o câncer de mama tem cura. Todavia, para que isso ocorra é necessário que o problema seja descoberto na sua fase inicial. Daí a necessidade da atenção constante à saúde das mamas por meio do autoexame, da ida constante ao médico e da adoção de hábitos de vida saudável.

Como assistida da associação, Cleuza DIas enfrentou o câncer de mama e, hoje como voluntária, ressaltou o risco que o uso indiscriminado de agrotóxicos representa já que tem sido apontado por muitos pesquisadores como uma das causas do aumento dos casos de câncer na população.A plateia interagiu questionando e tirando dúvidas junto às representantes da MTmamma, incluindo as assistidasNadja Clelia Diniz,Adriana Catelli e Clara Fonseca, que com achamada “mamamiga”, demostraram como o autoexame deve ser feito. Durante a palestra também foram distribuídos panfletos da associação com orientações sobre o câncer de mama a consulta médica e a realização de exames periódicos como a mamografia.

Como assistidas Adriana, Clara e Nadja Diniz relataram a experiência delas com a neoplasia e o processo de tratamento e superação da doença.Para a equipe de palestras da MTmamma, "graças a convite como este é possível levar informação para mulheres que, por viverem afastadas dos centros urbanos, nem sempre tem essa possibilidade"

ENVIE ESTA MATÉRIA

Comentários

Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTE ESTA MATÉRIA